sexta-feira, 20 de maio de 2011

Satanás expulsa demônios no Candomblé?


Lavagem da Igreja do Bomfim - Salvador-BA
(Macumba e Catolicismo de mãos dadas)
             A Bahia é também conhecida pelos muitos terreiros de Candomblé. Ela já faz parte da cultura baiana e, principalmente em Salvador, num forte ato de sincretismo religioso, se fundiu ao Catolicismo Apostólico Romano, tornando-se os dois uma massa homogênea. Nesse caso, é comum ver católicos declarados buscando em terreiros de Candomblé soluções para os seus problemas. Porém, não existe uma classe definida de pessoas que frequentam os terreiros, pois, também, vão aquelas que não possuem religião definida, espíritas, trabalhadores comuns, empresários, desempregados, pobres, ricos e aquelas que dizem ter o Candomblé como sua religião. Muitas dessas pessoas afirmam que tiveram os seus problemas resolvidos e que até foram libertas de demônios. Então, onde fica a declaração do Senhor Jesus Cristo de que "todo reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá"?. Vamos analisar o texto com mais detalhes:

            "Então, lhe trouxeram um endemoninhado, cego e mudo; e ele o curou, passando o mudo a falar e a ver. E toda a multidão se admirava e dizia:  É este, porventura, o Filho de Davi? Mas os fariseus, ouvindo isto, murmuravam: Este não expele demônios senão pelo poder de Belzebu, maioral dos demônios. Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Todo reino dividido  contra si mesmo ficará deserto, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá. Se Satanás expele a Satanás, dividido está contra si mesmo; como, pois, subsistirá o seu reino?" (Mateus 12:22-26).

            Isto posto, como explicar que numa seita que invoca demônios (Candomblé, Macumba, Umbanda, Quimbanda, Magia Negra, Magia Branca, Espiritismo, etc.), e cujo deus é o próprio Satanás, haja soluções de problemas, curas milagrosas e expulsão de espíritos malígnos? A resposta é muito simples: não ocorre nada disso  por lá!

            Satanás veio para matar, roubar e destruir. Ele é mentiroso e homicida desde o princípio. Faz de tudo para enganar a qualquer um que lhe dê ouvidos. Se alguém não crê na existência dele, ótimo, ele não se importa com isso, pois certamente essa pessoa também não acredita em Deus e será condenada, assim como ele já está. Enquanto o Senhor Jesus Cristo é o Único Caminho, Satanás tem pratos para todos os gostos: da magia negra ao espiritismo; do ateísmo ao liberalismo; do deísmo ao iluminismo; da maçonaria ao opus dei, do rosacruzismo aos illuminatis,  do panteísmo ao terrorismo, da pedofilia ao homossexualismo, da pornografia ao erotismo, enfim.


Candomblé

             Costumo dizer que Satanás é como uma pessoa que descobre estar com Aids e, não contando nada para ninguém, sai contaminando o maior número de pessoas que puder, com o pérfido pensamento de que, se vai morrer, levará mais gente com ela. Satanás e seus demônios são assim: já estão condenados, e pretendem levar junto com eles o maior número de pessoas que puderem, para a condenação eterna. O objetivo do diabo é afastar a humanidade do Senhor Jesus Cristo, o único meio do homem se reconciliar com Deus e, assim, alcançar a salvação da sua alma. Para atingir esse objetivo, Satanás faz de tudo, inclusive se disfarça em anjo de luz, como está escrito na Bíblia em 2ª Coríntios 11.14. Portanto, ele não cura ninguém de enfermidades e nem expulsa demônio de ninguém, assim como não resolve problemas de casamento e  nem sabe o que ocorrerá no futuro. Só Deus tem poder para isso. Satanás é limitado e, de qualquer forma, não faria nada para destruir o seu próprio reino. O que acontece é que ele dá um paliativo, finge que fez, a fim de enganar as pessoas e mantê-las escravizadas a ele. Certamente que essas pessoas terão problemas futuros, até de outra natureza, mas muitas ficarão presas a rituais satânicos, achando que, se abandonarem aquela seita, voltarão a ter os mesmos problemas. Quem assim procede está marchando em passo ordinário para o inferno. 

            Diante do exposto, se alguém te disser que foi em um terreiro de candomblé ou de macumba, num centro espírita ou coisas dessa natureza, e foi liberta, não acredite. A verdadeira liberdade só está no Senhor Jesus Cristo, como Ele mesmo disse: "se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" (João 8.36).   


Pastor Hafner
Chavannes - Suíça