domingo, 28 de junho de 2015

AS IMAGENS DA NECROPSIA DE CRISTIANO ARAÚJO


No ano de 2009, quando eu estava no Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos da Polícia Militar da Bahia, fui fazer uma visita, juntamente com alguns colegas de turma, ao Instituto Médico Legal Nina Rodrigues, em Salvador, a fim de assistir uma necropsia. Tal visita foi agendada pela então Tenente PM Érica, Instrutora da disciplina Primeiros Socorros e Urgências.

Antes de irmos para a sala onde estavam sendo realizadas algumas necropsias, tivemos uma palestra com o Diretor do IML Nina Rodrigues. Já nessa palestra pude perceber a organização e o respeito que os profissionais daquela Instituição têm pelos corpos das pessoas já falecidas. É um código de ética rigorosamente respeitado e obedecido. 

Quando entramos na sala destinada à realização de necropsias, me deparei com seis corpos de bandidos que haviam sido mortos em um combate entre quadrilhas. A postura dos médicos legistas e dos auxiliares de necropsia era de um profissionalismo irrepreensível. Mesmo sendo corpos de bandidos, o respeito era evidente. Vale salientar que fomos orientados, antes de entrarmos na sala, a não usarmos câmeras fotográficas e nem filmadoras. 

Com a experiência acima relatada, fiquei chocado e indignado com o vídeo que vazou na Internet com a suposta necropsia do corpo do cantor Cristiano Araújo. Percebi, de imediato, que aquele procedimento não era o de uma necropsia. De qualquer forma, a pessoa que filmou e divulgou as imagens do corpo do jovem cantor agiu de forma criminosa,  desrespeitosa, repugnante e desprezível.

Quanto ao fato, o site de notícias G1 noticiou o seguite: "Ao G1, o médico legista Peterson Freitas Moreira, diretor clínico do Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia, disse que os registros não foram feitos dentro do órgão. Ele, inclusive, disse estar "indignado" com a situação.

'Isso é um absurdo. Ficamos sabendo do vazamento há poucas horas. O vídeo não foi feito aqui. Os dois funcionários que aparecem não trabalham no IML. Além disso, no caso das fotos, não somos nós quem vestimos os corpos', enfatizou.

O médico explicou ainda que, no caso do sertanejo, foi necessário analisar o corpo, mas nenhum órgão foi retirado. Ele revela que participou da necropsia de Cristiano com mais dois profissionais e que nenhum estava com celulares. Além disso, um policial fazia a segurança da sala."

Na verdade, as imagens que foram divulgadas de forma irresponsável não mostram a necropsia realizada em Cristiano Araújo, mas a preparação do corpo para velório e sepultamento, procedimento denominado tanatoestética. Os responsáveis por tamanha crueldade e falta de respeito foram exonerados das suas funções, demitidos da clínica onde trabalhavam, e responderão criminalmente pelo ato no mínimo insano.

O cantor goiano Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada, Allana Moares, de 19, morreram na manhã do dia 24 de junho, vítimas de um acidente de carro ocorrido no km 614 da BR-153, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. 

Manifesto aqui o meu profundo sentimento de pesar às famílias do cantor Cristiano Araújo e de sua jovem namorada, Allana Moraes. Que Deus conforte a todos, nesse momento de dor e tristeza. 


Pastor Hafner
Lausanne - Suíça