quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Doze foguetes atingem Israel após início do cessar-fogo

21 de novembro - Soldados israelenses tentam se proteger de foguetes lançados de Gaza, perto da fronteira em Israel. Pavel Wolberg/The New York Times.

Eles caíram em áreas desabitadas e não causaram danos, diz porta-voz.
Trégua anunciada por EUA e Egito começou às 17h na região de Gaza.


Doze foguetes disparados a partir da Faixa de Gaza atingiram o sul de Israel na hora seguinte ao início da trégua na região, disse nesta quarta-feira (21) Micky Rosenfeld, porta-voz da polícia israelense.
 
O cessar-fogo entre Israel e o movimento islâmico Hamas começou a vigorar às 21h locais (17h do horário brasileiro de verão), após oito dias de enfrentamentos que mataram mais de 159 pessoas na região da Faixa de Gaza.
 
Os foguetes atingiram áreas desabitadas e não causaram vítimas ou danos, disse o porta-voz.
 
Um porta-voz do Exército disse que alguns foguetes foram interceptados pelo sistema antimísseis israelenses. Ele garantiu que Israel está cumprindo sua parte no acordo.
 
Egito e EUA

O anúncio da trégua foi feito pelo chanceler egípcio Mohammed Kamel Amr , ao lado da secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, com quem teve reunião de mais de duas horas.
 
"O Egito pede a todos para que monitorem a implementação do que foi acordado sob a supervisão do Egito e garantam o compromisso de todas as partes para o que foi acordado", disse Amr.
 
Hillary, que estava na região ajudando o Egito a costurar a trégua, disse que o cessar-fogo chega em um momento "crucial" para os rivais no Oriente Médio.
 
"Este é um momento crítico para a região", disse. "O novo governo do Egito está assumindo a responsabilidade e a liderança que, por muito tempo, tem feito este país a pedra angular da paz e da estabilidade regionais."
 
A principal diplomata americana agradeceu a Morsi pelos esforços de mediação e prometeu trabalhar com os parceiros americanos na região para "consolidar este progresso, melhorar as condições para o povo de Gaza e garantir segurança para o povo de Israel".
 
Imagem de TV local mostra a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, e o chanceler egípcio, Mohammed Kamel Amr, durante o anúncio do cessar-fogo nesta quarta-feira (21) no Cairo (Foto: AP)
 
Fonte: Clique aqui para ler a matéria completa no Portal G1.