terça-feira, 28 de maio de 2013

A RAINHA DE SABÁ ERA NEGRA

A Bíblia fala de uma rainha que visitou Salomão, proveniente da terra de Sabá. O relato desta visita é algo tão poético que merece ser lido e repetido. Foi assim:

"E ouvindo a rainha de Sabá a fama de Salomão, veio a Jerusalém experimentar Salomão com enigmas, com uma mui grande comitiva de camelos carregados de especiarias, e ouro em abundância e pedras preciosas. e veio a Salomão, e falou com ele de tudo o que tinha no seu coração." (Leia II Crônicas 9.1-12).

"Sabá" é, na realidade, a terra de onde vieram os "sabeus", mencionados várias vezes no Velho Testamento. Nas genealogias, por exemplo, encontramos a palavra transliterada, como em Gn 10.7: "E os filhos de Cuse são: SEBÁ, e Havilá, e Raamá, e Sabtecá..."

Sabá era chamada "a terra das mil fragrâncias", por causa dos perfumes raros que ali eram fabricados. Vemos testemunhos disto em Ezequiel 27.22:

"Os mercadores de SEBA e Raamá eram eles os teus mercadores em todos os mais subidos AROMAS, e toda pedra preciosa e ouro negociavam nas tuas feiras."

Em Sabá havia tanto ouro que a rainha deu a Salomão de presente 120 talentos de ouro (II Crônicas 9.9), o que equivale a 4.080 quilos. uma enorme fortuna, mesmo para aquele tempo.

Os sabeus eram conhecidos pelos israelitas como exportadores de ouro, mas também como vendedores de perfumes e incensos raros que possuíam e que, ao que tudo indica, fabricavam. Veja o que diz Isaías 60.6:

"A multidão de camelos te cobrirá, os dromedários de Midiã e Efa. todos virão de Sabá: trarão ouro e incenso e publicarão os louvores do Senhor."

Sl 72.15. "...e se lhe dará do ouro de Sabá..."

Jeremias 6.20. "Para que, pois, me vem o incenso de Sabá?"

Jó 6.19. "As caravanas de Tema a procuram, os viajantes de Sabá por ela suspiram."

Além de comerciantes, também eram guerreiros, conforme vemos em Jó 1.15: "De repente deram sobre eles os SABEUS, e os levaram, e mataram aos servos ao fio da espada."

Os Sabeus eram um povo de origem ismaelita, ou seja, árabe. A região onde habitavam era a Etiópia e outras partes do mundo antigo. Provavelmente sua capital era Tema. Existem lendas que dizem que Salomão casou-se com a rainha de Sabá, ou pelo menos viveu algum tempo com ela, de onde nasceram filhos.

Alguns acham que ela voltou à sua terra com um filho do rei Salomão no ventre e com a religião monoteista de Israel, o que deu origem aos muitos judeus negros que hoje existem.

Por uma provável conseqüência disto, o rei Selassié, quando no poder, detinha como um dos seus títulos, o de "Leão da tribo de Judá". Este título, além de denotar uma blasfêmia contra um dos títulos de nosso Senhor Jesus Cristo, demonstra alguma tradição judaica na Etiópia.

Agora, algo que é digno de dó é que em filmes e gravuras sobre a rainha de Sabá, chegam a retratar a personagem loura e de olhos azuis! Isto é um absurdo, pois os sabeus eram negros!