terça-feira, 28 de maio de 2013

PASSAPORTE PARA A LOUCURA


Há muitas coisas acerca do homem e do universo que o cerca.

A Física, a Química e a Biologia ainda possuem muitos mistérios até hoje não explorados.

Nem a Geografia e a História são plenamente conhecidas.

Alexis Carrel escreveu, "O homem, Esse desconhecido".

Porque o homem é realmente um desconhecido.

"As cousas encobertas são para o Senhor nosso Deus; porém as reveladas são para nós e para nossos filhos para sempre…" (Deuteronômio 29:29).

Sócrates, o decantado filósofo, achava que o autoconhecimento era a resolução de qualquer problema. Sua máxima principal era: "Conhece-te a ti mesmo".

Mas, que homem pode conhecer-se a si mesmo? A Bíblia diz: "Quem há que possa discernir as próprias faltas?" (Salmos 19:12).

O profeta Oséias, que viveu 200 anos antes de Sócrates, tinha uma idéia melhor para a resolução de nossos problemas. Ele disse: "Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor". (Oséias 6:3).

Sócrates dizia: "Conhece-te a ti mesmo".

Oséias dizia: "Conhece ao teu Deus".

A verdade é que desconhecemos uma grande parcela de nós mesmos.

Salomão escrevendo 977 anos ante de Cristo, eu seja 2961 anos antes de nossa era, afirmou: "Assim como não sabes o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da que está grávida…" (Eclesiastes 11:5).

Por incrível que pareça, esta afirmação continua válida até hoje.

Há outras coisas que a Biologia tenta explicar, mas o homem continua tateando nas trevas em relação a elas, por exemplo:

1. A função do apêndice.

2. A síntese dos aminoácidos.

3. A programação do DNA.

4. A formação de inúmeras enzimas.

5. O sistema endócrino.

6. O sistema neurovegetativo.

7. O sistema nervoso central.

8. O comportamento das células.

Nem mesmo a cura das enfermidades é realizada pelo homem. Qualquer médico, até o mais eminente, sabe que a Medicina apenas fornece uma ajuda para a cura. A verdadeira cura vem de Deus, e de Deus somente.

O homem é desconhecido no campo da Psicologia. Nenhum psicanalista, psiquiatra ou neurologista pode explicar no homem…

1. Os mecanismos de defesa.

2. Os processos inconscientes.

3. As psicoses.

4. As diferentes manifestações de neuroses.

5. As esquizofrenias.

6. As paranóias.

Isto porque somente Deus conhece o interior do homem.

Davi disse: Senhor, tu me sondas, e me conheces. Tu conheces o meu sentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Esquadrinhas o meu andar, e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos. Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó Senhor, tudo conheces. "Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e me levanto; de longe penetras os meus pensamentos. Esquadrinhas o meu deitar e o meu levantar, e conheces todos os meus caminhos. Ainda a palavra não me chegou à língua, e tu, Senhor, já a conheces toda" (Salmos 139:1-4).

Salomão descobriu que "todo caminho do homem é reto aos seus próprios olhos, mas o Senhor sonda os corações" (Provérbios 21:2).

O homem mesmo não se conhece. Ele é desconhecido espiritualmente, mas, por incrível que pareça, é o aspecto espiritual o que mais podemos conhecer no ser humano, isto porque temos um gabarito, um padrão espiritual para medir um homem – a Palavra de Deus.

Há muitas perguntas feitas pelo homem que sempre permanecerão sem resposta.

Uma delas foi feita por Rebeca: "Por que sou eu assim?" (Gn 25.22).

Esta pergunta demonstra desespero, rebeldia, desamparo e medo.

Mas é, antes de tudo, uma tentação contra Deus.

Os espíritas a respondem com a doutrina da reencarnação. É a resposta mais lógica que existe. No entanto nem sempre as respostas mais lógicas são as mais verdadeiras. Satanás é um grande filósofo, um grande psicólogo e um grande teólogo.

Ele sabe transformar os mais absurdos sofismas nas mais tremendas verdades.

Por que sou eu assim?

Esta pergunta demonstra mórbida curiosidade, raiz de amargura contra Deus, ultrapassagem do limite do homem e passaporte para a loucura.

Algumas teologias, como o Calvinismo, o Arminianismo, o Existencialismo e a Neo-ortodoxia tentaram responder esta pergunta, mas todas elas esbarraram em um beco sem saída.

Eu não sei, Rebeca, porque você era assim. Você jamais poderia saber. Por isto foi perguntar ao Senhor. Somente Ele tem esta resposta.

Muito perguntam outras coisas: Por que sou feio? Por que nasci negro, ou branco, ou amarelo? Por que não sou suficientemente inteligente? Por que sou pobre? Por que sou magro, ou então gordo? Por que sou problemático? Por que sou incompreendido? Por que sou deficiente? Por que sou assim?

Eu não sei! Você não sabe! Somente Deus sabe.

Agora, junto desta vem uma outra pergunta que você deve fazer:


Do modo como eu sou, qual o melhor que posso fazer aqui na terra para Deus e para os meus semelhantes?