terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

A MÁQUINA DO TEMPO, O APÓSTOLO PAULO E A SUA VISITA A MIKE MURDOCK

Depois que ilustres personagens usaram a Máquina do Tempo chegou a vez de nada mais nada menos do que o Apóstolo Paulo viajar no tempo. 

Pois bem, Paulo entrou na máquina e foi para os Estados Unidos.  Na terra do Tio Sam ele foi recebido por Mike Murdock que lhe disse:

- "Olá, companheiro de ministério, chegamos praticamente juntos. Eu da Europa e você de Jerusalém. Que a prosperidade esteja sobre a sua vida, nobre companheiro."

Paulo, não entendendo muito bem o que Murdock disse, replicou: "Graça e paz!"

Murdock, ao perceber que Paulo não lhe desejou mais bênçãos, respondeu dizendo: "Ora, caro apóstolo, faltou você ter me desejado prosperidade e riquezas, afinal de contas, eu tudo posso naquele que me fortalece."

Paulo, encafifado com o uso errado da expressão por ele cunhada disse: "Por que você disse isso? Eu quando escrevi essa expressão aos Filipenses não o fiz com esse propósito."

Murdock, demonstrando impaciência interrompeu Paulo dizendo: "Ooooo Paulo, você está ultrapassado meu velho. Aliás, você não serve de modelo para a igreja não. Primeiro morreu pobre, segundo porque passou maus bocados na vida, isso tudo é claro, por não conhecer as doutrinas das sementes. Hoje, nobre apóstolo, a coisa é diferente. Deus me deu uma revelação nova, capiche ou quer que eu desenhe?

Bom, deixe-me ensiná-lo alguns dos segredos da liderança de Jesus. 

Em primeiro lugar  você precisa entender que a felicidade começa em sua mente. Seus pensamentos têm presença. São como ondas se propagando através do ar. São capazes de atrair as pessoas para você ou de afastá-las de você.  Jesus compreendia o apetite insaciável pelo desenvolvimento pessoal e pela excelência. E todos procuravam tocar nele, porque dele saía poder que curava todos. "Jesus tinha doze homens que administravam o Seu negócio. Um era tesoureiro. O dinheiro está na mente de Deus." 

O Apóstolo dos gentios ao ouvir tanta baboseira perguntou a Murdock: "Mas pastor...". 
Bastou ouvir a palavra pastor que Murdock o interrompeu dizendo: "Pastor não, doutor." 

Paulo, demonstrando humildade, desculpou-se com o profeta e lhe disse: "Mas, caro doutor, devemos estar contentes em toda e qualquer situação, não é verdade? Murdock, indignado  com a audácia de Paulo, replicou o apóstolo falando: "Sua afirmação é extremamente repulsiva, mesmo porque eu não queria servir um Deus que permite com que as pessoas sejam pobres. E sabe de uma coisa? Preciso ir embora! Conversar consigo é muito desgastante. Estou atrasado para o aeroporto, pois hoje mesmo viajarei para o Brasil onde encontrarei quem me entende."

"Quem?" Perguntou Paulo.

"Malafaia, o Grande."


Fonte: Clique aqui.