terça-feira, 20 de novembro de 2012

HAMAS DIZ QUE DECISÃO SOBRE TRÉGUA FOI ADIADA

Imagem tirada da fronteira sul de Israel mostra a artilharia israelense na costa palestina da Faixa de Gaza
 (Foto: Jack Guez/AFP)

Negociações estão ocorrendo no Egito.
Segundo líder palestino, Israel ainda não respondeu a proposta.
 
Uma autoridade do grupo islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, afirmou à agência de notícias Reuters nesta terça-feira (20) que os esforços para empreender uma trégua com Israel foram adiados porque o governo israelense precisa responder a propostas, indicando que não haveria cessar-fogo até, no mínimo, esta quarta-feira.
 
"O lado israelense ainda não respondeu, então não iremos realizar uma entrevista coletiva para a imprensa nessa noite e precisaremos esperar até amanhã", disse Ezzat al-Rishq, um líder sênior do movimento Hamas à Reuters.
 
Ainda nesta terça, outra autoridade do grupo palestino, Ayman Taha, disse que a trégua, mediada pelo Egito, iria ser declarada às 19h GMT (17h do horário brasileiro de verão) e que começaria a vigorar três horas depois, à meia-noite local. Fontes da Jihad Islâmica, outro grupo militante, confirmaram a informação. Mais tarde, Israel e o Egito negaram que o acordo tivesse saído.
 
Israel empreende uma ofensiva aérea sob a Faixa de Gaza desde o dia 15, para eliminar o que considera serem "terroristas" do grupo Hamas. Em resposta as - até agora - 130 mortes de palestinos, foguetes são lançados em direção à cidades israelenses, matando até agora cinco cidadãos do país. Segundo o jornal israelense Haaretz, só nesta terça, 140 foguetes foram lançados contra Israel.
 
 
Fonte: Clique aqui para ler a matéria completa no Portal G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário