segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Ninrode, Semíramis e Tamuz: A Trindade Profana.

Tudo começou quando logo após o dilúvio, a Bíblia conta que Noé se embriaga com vinho e adormece: E bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda. E viu Cão, o pai de Canaã, a nudez do seu pai, e fê-lo saber a ambos seus irmãos no lado de fora. Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai. E despertou Noé do seu vinho, e soube o que seu filho menor lhe fizera. E disse: Maldito seja Canaã; servo dos servos seja aos seus irmãos. E disse: Bendito seja o SENHOR, Deus de Sem; e seja-lhe Canaã por servo. Alargue Deus a Jafé, e habite nas tendas de Sem; e seja-lhe Canaã por servo” (Gênesis 9.21-27). De Cam (ou Cão), e seu filho Canaã, surgiram os povos jebuseus e cananeus ou cananitas. Cam teve outro filho, chamado Cuxe. Cuxe por sua vez se casa com uma mulher chamada Semíramis  e com ela tem um filho chamado Ninrode (Gênesis 10.8). O nome Ninrode significa “os que se rebelaram”, “revolta”. Ele foi a exata personificação da desobediência. Fazia tudo ao contrário da vontade de Deus.

Dentre outras cidades, Ninrode edificou Nínive e Babel, que mais a frente na história, se tornaria o que chamamos hoje de Babilônia. Ele foi o primeiro líder a se auto-intitular “deus”. Ele ajuntou as pessoas em Babel (contradizendo a vontade de Deus de “Frutificar e multiplicar e encher a terra” (Gn 9.1), e as obrigava a adorá-lo como o “deus sol”.

Não sendo o bastante a tentativa de construir uma torre que chegasse ao céu, Ninrode desobedece as leis de Deus mais uma vez: ele toma sua própria mãe, Semíramis  como esposa. Semíramis  agora que se casou com o “deus sol”, começa a se auto-intitular “deusa lua”. Quando vê que Ninrode não tem limites na sua desobediência, Sem, filho de Noé e tio avô de Ninrode, mata-o com esperança de acabar com tudo aquilo. Mas como um deus pode morrer? O povo começou a questionar e Semíramis, para evitar confusões, diz que ele não morreu, apenas voltou para seu lugar de origem; afinal, se tivesse morrido mesmo, o sol não continuaria brilhando. Pouco tempo depois, Semíramis descobre que está grávida. Mas isso não é possível, afinal seu filho-marido está morto. Ela mente novamente, desta vez para encobrir seu adultério, dizendo que o espírito de Ninrode, o “espírito de deus” a engravidou. Semíramis chama seu filho de Tamuz, e para continuar o engano, ela diz que ele é o próprio Ninrode. Daí surge a primeira ideia reencarnacionista. Um certo dia, quando estava num bosque, Tamuz morre acidentalmente, e seu corpo é encontrado em cima de um tronco. Mais uma vez: como um deus morre? E Semíramis  de novo, diz que ele voltou para o seu lugar de origem. Esta se tornou a Trindade Profana: Ninrode (pai); Semíramis (mãe) e Tamuz (o filho).

Após a destruição se Babel, e mais tarde da Babilônia, o povo de Ninrode começou a migrar pelo mundo, conquistando outros povos e ensinando-lhes suas crenças pagãs. Da Babilônia, eles vão para a Pérsia. Agora Ninrode, Semíramis e Tamuz são uma Trindade que era representada da mesma forma que a Egípcia. Cai a Pérsia e começa a surgir um novo Império através de Alexandre. Com isso, a Grécia começa a crescer e a trindade se disfarça novamente: Ninrode se torna Zeus; Semíramis, Afrodite e Tamuz agora é Eros


Zeus (Ninrode), Afrodite (Semíramis) e Eros (Tamuz)
Mais uma vez, cai a Grécia e eles migram para o Egito. Surge então Osíris (Ninrode), Ísis (Semíramis) e Hórus (Tamuz).


Osíris (Ninrode), Ísis (Semíramis) e Hórus (Tamuz)
Depois surge o Império Romano, e eles, mais uma vez, se disfarçam de Saturno (Ninrode), Vênus (Semíramis) e Cupido (Tamuz).


Saturno (Ninrode), Vênus (Semíramis) e Cupido (Tamuz)
Não tem como errar: é sempre a figura do pai, a mãe e o filho. A mesma história de incesto, com algumas modificações para disfarce. Aproximadamente no século III da era cristã, os católicos começaram uma sincretização religiosa, com esperança de conquistar cada vez mais adeptos. Começaram a introduzir imagens de escultura nas igrejas e nas crenças, a fim de facilitar a aceitação dos povos pagãos à nova religião. E, acredite se quiser, hoje, a trindade profana está disfarçada assim:



Sabemos que, biblicamente falando, a verdadeira Trindade é o Deus Pai, o Deus Filho (o Senhor Jesus Cristo) e o Deus Espírito Santo. Sabendo disso, fica mais fácil ver o engano católico e perceber o disfarce demoníaco.

Fonte: ocsorgs.blogspot.ch

23 comentários:

  1. MUITO BOM PASTOR!! GLÓRIAS A DEUS QUE SO FICA ENGANADO QUEM QUER,E NÓS QUE SOMOS A LUZ E O SAL DESTA TERRA,.TEMOS QUE CONTINUAR COM NOSSA UTILIDADE E AS PORTAS DO INFERNO,E SUAS SURDILEZAS,NÃO NOS ATRAIRÁ PARABENS PASTOR AFNER.

    ResponderExcluir
  2. a mentira cedo ou tarde cairá,mas a verdade permancerá de pé

    ResponderExcluir
  3. Muito bom pastor! Obrigada por compartilhar, estava estudando Gênesis, e me veio a curiosidade de saber por que Ninrode foi considerado o primeiro homem poderoso na terra.
    Muito grata, Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  4. Precisamos ter o cuidado de não colocar no mesmo nível o que é comprovadamente verdadeiro que vem da Bíblia, e o que se sabe por outras fontes cuja veracidade fica difícil de apurar. Naquilo cuja fonte é a Bíblia podemos confiar sem medo de errar, contudo, não se pode ter a mesma atitude em relação às estórias e mitos procedente de fontes diversas inconsistentes.

    ResponderExcluir
  5. Precisamos ter o cuidado de não colocar no mesmo nível o que é comprovadamente verdadeiro que vem da Bíblia, e o que se sabe por outras fontes cuja veracidade fica difícil de apurar. Naquilo cuja fonte é a Bíblia podemos confiar sem medo de errar, contudo, não se pode ter a mesma atitude em relação às estórias e mitos procedente de fontes diversas inconsistentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. " Naquilo cuja fonte é a Biblia podemos confiar sem medo de ERRAR..." acho q vc está equivocado as escrituras do AT bebe de fontes profundas das lendas mesopotamicas meu amigo. Seu olhar reigioso te impede de 'VER' isso. Não quero dizer que a biblia seja um Plágio dessas fontes mais o contato com as culturas ASSIRIOS-BABILONICOS foi indispensavel para a construção da teologia ( as sagas patriarcais ) dos israelitas...

      everaldo.uni@gmail.com

      Excluir
    2. " Naquilo cuja fonte é a Biblia podemos confiar sem medo de ERRAR..." acho q vc está equivocado as escrituras do AT bebe de fontes profundas das lendas mesopotamicas meu amigo. Seu olhar reigioso te impede de 'VER' isso. Não quero dizer que a biblia seja um Plágio dessas fontes mais o contato com as culturas ASSIRIOS-BABILONICOS foi indispensavel para a construção da teologia ( as sagas patriarcais ) dos israelitas...

      everaldo.uni@gmail.com

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Não podemos esquecer ou ignorar que a palavra já existia muito antes de qualquer lenda assirio-babilônicas ou mesopotamicas e que contra a verdade não existe argumentos apena há especulações e algumas crenças em lendas.

      Excluir
    5. Cristo não tem apenas 2000 anos de história como ensinam as religiões e pressupõe a Ciência. Esse conceito é genérico e falso pois Ele é eterno!
      O Verbo que habitou entre os homens já existia desde o Princípio, antes mesmo da criação da Terra e de tudo que nela fora criado, incluindo o Homem.
      O Alfa e o Ômega (A Palavra) já existia antes mesmo de os falsos deuses começarem a surgir na região considerada berço da civilização da humanidade: Mesopotâmia e entorno.

      Esses "deuses" (anjos caídos) são os espíritos que foram precipitados a Terra, e foram adorados no mundo antigo por antigas civilizações que "desapareceram " ou por algum motivo não existem mais, mas que deixaram vestígios e pistas sobre essas falsas divindades.
      Muitas delas ficaram conhecidas na antiguidade por diversos nomes:
      Tamuz, Marduk, Mitra, Osiris, Hórus, Dagon, Enki, Eli, Enlil, Shamash, Bel, Baal, El, Zeus, Saturno, Júpiter, Dionísio, Inanna, Ishtar, Lilth, Ninhursag, Astarte, Astarote, Vênus, Afrodite e etc.

      Se o Cordeiro Eterno já existia, não teria então os supostos "deuses" tentado atrapalhar o plano da redenção divina confundindo as pessoas pra que elas cressem que Ele não passava de um mito? Afinal semelhantes como Ele e com atributos parecidos já teriam surgido "antes" do seu "nascimento ".

      Pensem em quem é que já existia, e quem de fato surgiu depois.

      Excluir
  6. E conheceres a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32.Eu tinha dúvida

    ResponderExcluir
  7. entao significa a maria citada na catolica é a Semiramis?

    ResponderExcluir
  8. A Bíblia pode se um documento que ainda tem a verdade mas não se pode afirmar tais relatório ela comtem uma diversidade de contradição e discrepância a toque humano por toda parte nela Não deixe que seus pastores lhe engane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dos princípios mais básicos para um entendimento correto da mensagem da Bíblia é que a Escritura interpreta a Escritura. "Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.
      2 Pedro 1:20,21"

      Excluir
    2. "Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 2Timóteo 3:16"

      Excluir
  9. Sabe amados irmãos, a igreja católica regou tão bem a história de que ela é a voz de Deus na terra,que a Bíblia não pode ser questionada e bla blá bla..... que fez o povo ficar burro. Acho tão engraçado quando vejo "crentes" acusando os católicos de idolatria mas não enxergam que fazem o mesmo com a Bíblia. Não quero dizer que nas escrituras não contenha a palavra do Eterno mas sim,que de forma alguma posso confiar numa tradução de um grupo de pessoas loucas por controle e poder,que matarão nem sei quantas pessoas, que vendiam o reino do céus quem mataram o Messias. Meus caros, papai noel não existe! Todo o contexto bíblico nos leva pra dentro de outro contexto político e religioso. Sei que colocaram na somente o livro que eles bem entenderam, ou o concílio de niceia foi divinamente inspirado também? Larga a idolatria bando de hipócritas. Tira a árvore que está no olho de vcs para depois falar do seu irmão. Quer dizer,irmão não, porque pra vcs irmão é somente quem vai lá na igreja de vcs. O resto é criatura, ou seja,vcs são melhores. Vão todos é acender o lago de fogo!hipócritas.

    ResponderExcluir
  10. Amigo com todo respeito, de onde você tirou essa historia fantasiosa.

    ResponderExcluir
  11. Pastor o Deus que vc adora nada mais é do que "Zeus" e o Cristo nada mais é do que "Tamuz" vcs e os católicos são farinha do mesmo saco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristo é o Alfa e o Ômega, o começo e o fim. Essa história que diz que Cristo existe a cerca de 2000 anos é errada e completamente falsa, pois ele já existia muito antes que apenas 2000, ele já existia desde a eternidade.

      Excluir
    2. Cristo já existia muito antes de a terra ter sido criada, de o homem ter sido formado, e principalmente: Cristo já existia muito antes de os falsos deuses começarem a surgir! deuses esses que tentaram imitar os atributos do Único e verdadeiro Rei dos Reis; que se apresentaram ao longo da história como falsos messias. Muitos deles ficaram conhecidos no mundo antigo com diversos nomes: Ninrode, Tamuz, Mitra, Osiris, Hórus, Dagon, Shamash, Zeus, Saturno e etc.

      Excluir
  12. Como assim, onde há à base fatídica dessa afirmação?

    ResponderExcluir