quarta-feira, 11 de maio de 2011

O "Bispo" e o dízimo.

            Seria cômico se não fosse trágico o que um determinado elemento autointitulado Bispo, dono de Televisão e de vários outros meios de comunicação anda proclamando por aí: "Meu amigo e minha amiga, se você paga o dízimo, Deus é obrigado a te abençoar...".


            Mesmo com todo o seu império e fortuna - construídos só ele, os comparsas dele e Deus sabem de que forma - não passa, na verdade, de um miserável, como está escrito em Apocalipse 3.17: "Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta (e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu)...". Dizer que Deus é obrigado a abençoar aquele que paga o dízimo é cometer dois erros absurdos e malignos ao mesmo tempo. O primeiro erro é dizer que Deus é obrigado a alguma coisa, pois Deus não é obrigado a nada. Ele é Soberando, Santo, Eterno, Todo-Poderoso e a Ele pertencem o poder, o reino e a glória. Quem é esse obreiro fraudulento, ministro de Satanás para dizer que Deus é obrigado a alguma coisa? Quem tem discernimento percebe logo que ele é ateu, herege, soberbo, arrogante e usurpador. Tudo o que Deus nos concede é por pura GRAÇA, e graça, nesse caso, significa favor imerecido de Deus para conosco. O Apóstolo Paulo, escrevendo aos irmãos da Igreja em Éfeso, sob a inspiração do Espírito Santo, disse: "Pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; ..." (Ef 2.8). E escrevendo a Tito, inspirado pelo mesmo Espírito, falou:

 
"Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador, a fim de que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna."
(Tito 3.4-7)

Réplica do Templo de Salomão - São Paulo
            O que Deus nos concede, inclusive a nossa salvação no Senhor Jesus Cristo, é por pura graça (= favor imerecido), pois Ele "prova o Seu amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores" (Rm 5.8). Ninguém precisa barganhar ou pagar nada para obter as bênçãos de Deus. Aliás, este é o segundo erro: dizer que alguém paga dízimo a Deus. Dízimo não se paga, se devolve. Deus não precisa de nada e nem de ninguém, "porque Dele, e por Ele, e para Ele são todas a coisas; glória, pois, a Ele eternamente. Amém!" (Rm 11.36). O que esse ladrão de mentes da Rede Record faz é deturpar a Palavra de Deus com o objetivo de conseguir o combustível que mantém acesas suas fogueiras santas - dinheiro e patrimônios de suas ovelhas incautas, ávidas por lucro rápido e fácil . É um cínico que pensa ter descoberto na Bíblia Sagrada a sua própria mina de ouro e, como que para ironizar esse fato, projetou a réplica do Templo do rei Salomão, que será construído no Estado de São Paulo. O custo dessa obra faraônica está estimado em R$ 200 milhões. Nem preciso te dizer quem vai pagar a conta.

Pastor Hafner
Chavannes - Suíça