domingo, 21 de agosto de 2011

Espiritismo: "o que eles chamam de comunicação com os mortos é, na realidade, comunicação com os demônios"

               A base da doutrina espírita é a reencarnação e, orbitando em volta dessa crença, está a comunicação com os espíritos de pessoas que já morreram. Comentaremos de forma bem sucinta sobre esta última prática, ou seja, a mediunidade, teoria segundo a qual os espíritos dos mortos se comunicam com os vivos. Levando em consideração que os espíritas utilizam a Bíblia Sagrada para tentar validar as sua práticas satânicas, vamos utilizá-la para mostrar que o espiritismo, na verdade, é uma abominação ao Senhor. Vejamos o que diz a Palavra de Deus em Deuteronômio 18.10-12:

            "Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti".

               ¹"Deus proibiu a consulta aos mortos ou a mediunidade. Além disso, também proibiu a arte divinatória (Lv 20.27; Dt 18.9-15; Ap 21.8). Portanto, o espiritismo é condenado, pelas seguintes razões: 1) a mediunidade é absolutamente proibida pela Bíblia (Lv 19.31; 1 Cr 10.13-14; Is 8.19-20). 2) Os espíritos dos mortos em Cristo estão com Ele no céu e não voltam à terra (2 Sm 12.23; 2 Co 5.6-8; Fp 1.21-23). 3) Os espíritos dos mortos não retornam à terra. Lendo atentamente Lucas 16.19-31, entendemos que o homem rico pediu a Abraão que enviasse Lázaro à terra para avisar seus irmãos sobre a existência do inferno (hades). Abraão respondeu que isso não era necessário, porque seus irmãos tinham os escritos de Moisés e dos profetas. O rico não pediu que Abraão envisse uma alma penada, mas alguém através ressurreição! (o versículo 31 diz: ainda que algum dos mortos ressuscite!). As explicações que se podem dar sobre as manifestações espíritas é que os que se apresentam como sendo espíritos de mortos são na verdade demônios. Paulo avisa em Ef 6.11-12 que a nossa luta é contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes".

               A Bíblia de Estudo Pentecostal também informa que ²"o que eles chamam de comunicação com os mortos é, na realidade, comunicação com os demônios (cf. 1 Sm 28.7-14; 2 Rs 21.6; Is 8.19)". 


Pastor Hafner
Chavannes - Suíça



REFERÊNCIAS BIBLIOGÁFICAS

¹BÍBLIA APOLOGÉTICA, ICP Editora, p. 249.
²STAMPS, Donald C. Números, Bíblia de Estudo Pentecostal, CPAD, p. 318 (Os grifos no texto são meus).
Imagem do texto: http://artedoocultismo.blogspot.com/2008_03_28_archive.html (site consultado no dia 21/08/2011, às 12:00 h).

Nenhum comentário:

Postar um comentário